12 de mar de 2009

Agência de Turismo: Mochileiros serão seus maiores clientes

PARA SABER COMO ADQUIRIR MEU LIVRO DE VIAGEM ECONÔMICA - MOCHILÃO - CLIQUE AQUI
__________________________________


.............Eu, na Ilha Innish Mor - Costa oeste da Irlanda..............

Pense num pacote turístico EUROPA E PRINCIPAIS CAPITAIS, 20 dias, com passagem aérea e estadia inclusa, guia em espanhol e traslado do aeroporto para o primeiro e último hotel, no valor de R$10000,00, parcelado em 10 vezes sem juros. As principais capitais seriam, Berna, Viena, Berlim, Amsterdam,Praga, Roma e Paris. Lembre-se que aqui você ainda tem que incluir alimentação e seguro-saúde, somando mais uns R$500,00, digamos.

Pense num viajante independente, fazendo as mesmas capitais, 20 dias, com tudo incluso. Daria uns R$6000,00. Ou menos.Compreende do que estou falando?

As agências de turismo precisam divulgar mais a possibilidade do viajante realizar sua jornada sozinho, porque saindo mais em conta, mais gente vai querer ir. Só que a agência precisa de VENDEDORES experientes no estilo independente, que dêem orientação e apresentem os PRODUTOS NECESSÁRIOS para a jornada do cliente.

Já falei em outro post sobre isso, mas enfatizo aqui que o MOCHILÃO é LUCRO PARA AS AGÊNCIAS, tanto em maior número de clientes como em venda de produto. A venda de produtos separados sai mais em conta e, sendo corretamente oferecida, torna-se quase um pacote, quando verificamos que muitas viagens requerem a aquisição de
PASSAGEM AÉREA,
BILHETE DE TREM,
BILHETE DE NAVIO,
ALGUEL DE CARRO,
SEGURO SAÚDE,
INGRESSOS PARA ATRAÇÕES QUE PODEM SER ADQUIRIDOS COM ANTECEDÊNCIA,
INDICAÇÃO DE ESTADIA EM ALBERGUES OU HOTÉIS QUE DÃO DESCONTOS AO CLIENTE E LUCRO PARA A AGÊNCIA.
Tantas coisas podem ser feitas para o viajante econômico e a agência ainda fica livre de reclamações sobre o serviço. O cliente simplesmente vai comprar os produtos que necessita e mais alguns que o VENDEDOR identificará com o necessários ou mais úteis e econômicos.
___@@_________
____@@___grafite em San Telmo, B.Aires - Argentina______
As agências têm que ganhar o cliente mochileiro mais pelos serviços extra do que pelos produtos em si. Descontos são sempre bem vindos (Agora é junto? Benvindos?), mas as dicas, as listas de endereços assistenciais, como centros de informações turísticas, consulados, casas de câmbio, lista de albergues ou hotéis que oferecem desconto se indicados pelo agenciador, um mapa turístico de um dos países ou cidade, são coisas que podem fazer sua agência ganhar uma venda que pode valer menos que um pacote de viagens, mas que em quantidade de público ganhará lascado. Mais barato, mais gente viajando, lucro maior para todos. Isto é muito claro, pelo menos para mim, que não entendo administração, mas sei que, como cliente, quero o mais em conta e o que me deixe mais livre.

Se o viajante tem muito medo de ir para lugares sozinho é só ajudá-lo a fazer um roteiro mais fechado. Pronto. Isso dá mais segurança. Determinar horários com janelas para o caso de se atrasar para pegar o transporte em algum lugar. Mostrar a ele que ficará livre, mas com restrições. Oferecer a ele opções de hotéis ao invés de albergues. Devemos sentir que tipo de viajante independente é este: um mochileiro ou um turista querendo se libertar? Só não perca a venda porque ele vai ter que comprar os produtos em algum lugar, então, que seja no seu negócio!
Para ter um vendedor qualificado é uma boa que ele já tenha passado por uma experiência como esta do mochilão. Aliás, quem mexe com viagem DEVE experimentar este estilo. Muita gente que trabalha em agência não tem idéia de como ajudar uma pessoa que quer viajar por conta própria porque desconhece o que há nos destinos. A curiosidade é pequena pelo hábito de viajar em tour, escolher um roteiro e ser guiado por alguém que sabe tudo por ele.
O vendedor deve ser um estudioso e saber tipos de transporte que existem nos lugares mais requisitados, se vai acontecer algum show no período em que o viajante quer ir, se há algum tipo de manifestação em que é recomendável evitar determinado destino, os albergues e hotéis mais em conta em em locais mais centrais para o mochileiro iniciante....tem que saber tudo. Nada melhor do que fazer uma vez e aprender! Pode ser pelo próprio país mesmo. Só pra ter idéia de pra onde atentamos quando fazemos coisas sozinhos.
Agora, pense num pacote turístico de 10 dias em Paris, a R$3000,00, com passagem aérea e estadia inclusa e parcelado em 6 vezes sem juros? Eu vou perder? Se tiver grana é claro que vou pegar o pacote!
Sou mochileira, não sou reta!
Mas o negócio mesmo é V-I-A-J-A-R e aprender muito a cada novo rumo.
........................
********V for Verônica
********Cidadã do Mundo

2 comentários:

  1. Verô, Sempre acompanho o seu blog, a cada dia você me deixa mais crazy por essa arte de mochilar! beijão! Fã de carterinha!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do seu blog!! Você tem razão em tudo o que diz.. criei recentemente um pra mim, só para contar histórias de viagem..
    http://www.planodefugamochileiros.blogspot.com.br/
    qualquer coisa da uma olhadinha la! ;) abcos

    ResponderExcluir