25 de jul de 2009

Rejuvenecer mochilando - 36 anos dia 25/07

*****************Foto de hoje, ás 08h30. Olha q coisa linda! hahahha********

Bom dia! Bom dia!

- Depois eu ponho fotos. É que eu tinha que escrever. -

Hoje acordei........REJUVENECIDA!

Tomei uma cachacinha ontem SOZINHA!!!! Hoje vou pra minha casa em São Paulo comer bolinho com meus familiares. Desta vez limito o convite porque quem está preparando a festa está rejuvenecendo mais devagar e fez só uns agradinhos: minha mãe linda.

Estou aqui, mais uma vez, para dizer que IDADE PARA MOCHILAR NO EXCISTE! E fazer o mochilão faz a gente primeiro ter a reação de "nossa, eu tô ficando velho", para depois aumentar os desejos de ter uma boa saúde, fazer exercícios, voltar a estudar, querer sair mais, ficar mais desinibido para os outros e querer ter maismomentos de lazer. Ah, isso sem dúvida.

A Larissa (Croft) da comunidade do mochilão, quando nos conhecemos e ficou sabendo a minha idade, creio q eu tinha 34 anos, ficou admirada em "como eu ainda mochilava". Ah, eu queria ter um treco. Primeiro acho que ela não imaginou que eu tivesse a idade que tinha e foi eu dizer a idade para ser criado um perfil do mundo das pessoas de 34 anos que ela conhecia: suponho que casadas, com filhos, sérias, muito ocupadas, viventes de bar com amigos(eu já fui mais ou menos), gente frequentador de shopping e cinema. Eu continuo sendo agitada, animada, moleca, escandalosa, curiosa. Minha essência não mudou. Acho que penso mais antes de fazer as coisas por causa das experiências, mas como minha natureza é ousada, costumo agir sem pensar. Bom ou ruim? Sei lá! Eu faço e a maioria das vezes tudo fica bem.

A natureza, a essência da gente continua. O negócio é que "o esqueleto" começa a pedir descanso. Você tem que jogar com seu corpo para que ele seja enganado pelo seu cérebro; é daí que você mantém sua juventude por mais tempo. Rugas são sim marcas do tempo. E aí? É uma droga, mas até isso desaparece quando veem sua essência. Por que? PORQUE, COMO EU DISSE, A ESSÊNCIA É SEMPRE A MESMA! Então o negócio é ser sempre coisas boas. A primeira vista, uma pessoa de 36 anos, hoje, é mais jovem do que considerariam no século XVIII. Até no coméço do século XX, vá. Com uns 50 anos, então, era a hora da morte. Uns 30 filhos nas costas DA MULHER, muitos trabalhando no sol, como hoje em muito interior, era ser adulto com apenas 13, 14 anos. Nós, com nossos 30 anos hoje, temos um espírito de 20, alguns sem cabelo, vários casados, com filhos, com responsabilidades empresariais, mas com uma alma mais jovem. Ainda meio sem saber o que fazer com o tempo a mais de juventude que temos, mas até com tempo para analisar. E aí: quando VOCÊ vai analisar sua vida de acordo com sua idade de essência? Claro que TUDO O QUE FALO AQUI SE REFERE A PROJETOS DE VIAGEM PARA TRANSFORMAR OU ENGRANDECER SUA VIDA. Então saiba que quando ler algo aqui, eu vou levar para o lado das jornadas.

Pois é! Croft me enterrou(hahaha) com 34 anos, da vida de viajante independente. Cá estou para desmentir minha morte. Ainda viajo de mochila e isso me excita. A cara vai envelhecendo, a coluna doendo, mas o bom humor e o desejo de seguir são meus tratamentos anti-rugas. O ritmo diminui, mas temos mais tempo agora. A vida é mais longa.

Quanto mais cedo você despertar para as coisas que realmente importam na vida, mais jovem você será por muito mais tempo. Tô dizendo! Viva em paz com as pessoas, abstraia de pequenas discussões, ria de uma queda(se a pessoa não quebrou nada do corpo....), releve algumas coisas, analise a verdadeira importância de algo, lembre-se de que tudo é passageiro, respeite os mais velhos porque, se o universo permitir, você será um deles um dia.

O jovem acha que nunca vai envelhecer. Tudo James Dean e Marylin Monroe. Vão tudo morrer cedo. E doidos. Meu, tudo que a gente tem pra fazer na vida, que eu saiba, é viver. Então vamos viver bem e vamos dar exemplo de respeito com todos, principalmente para esta juventude que está chegando, muitas vezes de famílias desestruturadas, com um estudo mal realizado, com uma vida adulta ainda sendo tão crianças.

Olha, se tem uma coisa que a gente aprende com a idade é DAR CONSELHO. Mamãe diz que "boca de velho fede, mas conselho não". hahahhahha. Meus pais são lindos......minha irmã também. Mas o ditado dela é mais doido: "a mesma mão que pega a mosca, pega o pão". hahhahhah.

Gente, é isso! Como estou ficando mais velha, deixo aí mais uns conselhos: ninguém é velho o suficiente pra deixar de sonhar, de projetar, de se aventurar, de amar, de fazer muito sexo, de engravidar(se der...), de estudar, de buscar a felicidade, de mochilar aprender muito com o mundo.

Vão tudo mochilar AGORA! hihihi
Este é o meu jeito de ser feliz e de oferecer a minha felicidade para vocês, meus bens!

Tudo do melhor sempre para todos e realizem seus projetos o quanto antes. O amanhã pode ser apenas hoje. Aja!

E feliz aniversário para todos!!!


V for Verônica

sente só o anúncio Google q acabou de entar depois q terminei o post:

Falecimento
Cemitério de Congonhas Tranquilidade, Paz, Fácil Acesso
www.cemiteriocongonhas.com.br

SAI URUCA! SAAAAI!
Eu NEM ENTREI. Claro!
Será que é perto do aeroporto de Congonhas?...hihihi

14 de jul de 2009

Meu Primeiro Mochilão - Machu Picchu, por André

PARA SABER SOBRE COMO ADQUIRIR MEU LIVRO SOBRE VIAGEM ECONÔMICA - MOCHILÃO - CLIQUE AQUI
__________________________________
***********Estes são os Pés do André que Levam ele Pelo Mundo****************

Olá, minha gente!

Como falei no post sobre Machu Picchu, aqui está a resposta de um dos mochileiros de primeira viagem que iniciou sua saga por este lugar que ele diz ter sido "um sonho desde a 3ª série do ensino fundamental que finalmente se realizou".
Fiz uma série de perguntas dicotômicas(sim e não), com mais de uma opção e poucas abertas pra facilitar pra todos. Tá tudo bem detalhado, acho, já que o objetivo era identificar a condição visão mochileira numa viagem, em comparação a visão de um turista com grupo. Ainda estou no aguardo de mais 3 questionários. Um, de uma mochileira que foi sozinha, a Karishadu, um da Manu, que foi com alguns amigos, e a do Seu Nestor, um senhor, muito querido que foi com sua esposa em excursão. Aguardem!!!
*RESPOSTAS ANDRÉ - TODAS AS FOTOS QUE ILUSTRAM ESTE POST SÃO DELE

- Você trabalha?
(x)sim ( )não

- Caso não trabalhe, recebe mesada?
( )sim ( )não <:-( -

Seu salário/mesada são para pagar :
( )contas da casa – contas de consumo, mercado, condomínio, aluguel...
(X)estudo
(X)meu lazer
( )todos acima

Quando você quer algo você:
( )busca apoio de amigos para ter certeza do que deseja
( ) vai atrás do que quer imediatamente, mesmo sem apoio de alguém
(X) busca os meios para conseguir o que realmente quer sem apoio de alguém
( )pensa muito antes de fazer qq coisa q deseje muito
( ) sacrifica coisas em prol de outras mais importantes no seu parecer

Sobre viajar:
( ) sempre fiz viagens independentes
( ) de uns tempos para cá comecei a experimentar viajar sozinho
(X)nunca tinha feito uma viagem independente
( ) Sempre fiz viagens independentes com grupos de amigos
( ) sempre viajei de excursão e esta foi minha primeira viagem independente
( ) sempre viajei independente e esta foi minha primeira viagem sozinho(a)
( )sempre viajei de excursão e esta foi minha primeira viagem independente em grupo

Sobre opção de viajar de modo independente:
( ) por falta de dinheiro arrisquei viajar por conta própria
(X) pela experiência que dizem ser bem diferente arrisquei viajar por conta própria
( ) porque ia um grupo de amigos, arrisquei viajar com eles por conta própria

Em que ano vc foi à Machu Picchu?
( ) entre 90 e 2000 (X)entre 2000 e 2009

Qual mês?
Janeiro/2009

Como estava a movimentação turística por lá quanto a:
Quantidade de turistas:
( )vazio
(X)bombando

( )bem movimentado


Nacionalidade dos turistas: pelo fato de eu ter ido numa turma muito grande de brasileiros, acabei não tendo tanto contato com os outros turistas(mochileiros e afins), mas conversei com brasileiros que não estavam comigo, italianos(na vdd um casal).

Quanto ao estilo de viajante, havia mais:
(X)mochileiros
( )turistas com agência
( )grupos de colegas viajantes

Quanto a idade:
(X)Mais jovens em idade universitária
( )cinqüentões para cima

E como era a recepção por parte dos peruanos?
(X)boa. Eram gentis e atenciosos
( )ruim. Eram grossos, tinham aspecto horrível
( ) com interesse financeiro
( )não prestei atenção

Como você descobriu Machu Picchu? Descreva.
Na verdade eu descobri Machu Picchu na terceira série do ensino fundamental, em uma aula de história que fomos na sala de vídeo e a professora passou um vídeo de Machu Picchu. Na época eu falei que iria fazer esta viagem. Depois de 10 anos, fiz a viagem!

Por que mochilão para Machu Picchu?
Um lugar perto, onde eu gastaria e realmente gastei pouco dinheiro! Fora que como dito antes, ja era um sonho desde o ensino fundamental conhecer Machu Picchu, com toda sua história....

Agora a coisa fica mais complexa. Descreva o roteiro e, pelo menos, o número de dias que ficaram em Machu.
Vero, vou falar so de Machu Picchu, mas se quiser o roteiro completo da viagem é so dar um toque, bele?

*Pra ir ate Machu Picchu, você tem que estar em Cuzco. Do centro de Cuzco peguei um taxi até o terminal rodoviario. Desse terminal peguei um onibus ate Sta Tereza(acho que é esse o nome), depois peguei uma van que foi ate a Hidreletrica de Sta Maria. Da hidreletrica fiz uma trilha ate chegar em Aguas Calientes. Cheguei em Aguas á noite. Comprei o ticket pra Machu Picchu e fui pro albergue toma banho e descansar. De madrugada acordei e fui fazer a trilha ate Machu Picchu. Cheguei lá logo pela manha(a portaria nao estava aberta). Visitei Machu Picchu, dai voltei pra Aguas calientes. Fui ate os banhos termales, dormi no albergue e no outro dia cedo peguei a trilha ate a hidreletrica, fazendo todo caminho de volta. em relação a dia, fiquei 3 dias (1 de onibus e trilha ate Águas, Machu Picchu, e o outro dia trilha e volta pra Cuzco)

Pesquisa de roteiro. Você:
(X)não fez o roteiro. Foi com amigos que vc apenas acompanhou
( )pesquisou na internet, com viajantes
( )comprou guia do Peru e organizou
( )seguiu um roteiro de um “cara” que tinha ido

Porque fizeram(ou não) uma das trilhas até a cidade: Trilha Inca, Salcantay, ou a outra que não lembro mais o nome(hahaha)?
Pelo fato de a trilha inca e todas as outras serem muito caras, a Inca mesmo estava 300 dolares, fora que pra Inca vc tem que reservar cerca de 3 meses antes da viagem.
***********************************Salar de Uyuni******************************
Do roteiro que fizeram, dos caminhos que seguiram nesta viagem, o melhor foi:
( )Machu Picchu, sem dúvida
( )_________________, sem dúvida
(X) esperava mais de Machu. Acabei me agrandando de Salar de Uyuni
( ) as pessoas que conheci
( ) toda a natureza
( ) a trilha e toda a experiência do caminho. Mesmo a dor de cabeça
( ) ter conseguido fazer o que planejei
( ) as comidas
( ) ter aprendido a viajar sozinho, organizando as coisas
( ) ter conhecido outra cultura
( ) as comidas
( ) tudo. Adorei tudo mesmo.

Fale um pouco sobre as semanas que antecederam sua viagem e que sucederam seu retorno ao lar. Refiro-me a lembranças, vontade de viajar no dia seguinte, fadiga, pensamentos, planos para o futuro, língua, curiosidades dos outros, lembranças tanto espirituais como materiais.
Semanas antes da viagem foi realmente uma loucura. Comprar dolares, fazer carteirinha internacional de estudante, analisando mais ou menos o q levar na mochila, dar uma treinada no espanhol.... o dia antecedente foi o pior, expectativa a mil, acabei indo na casa de um amigo um dia antes pra beber e falar m****, pra chegar em ksa e dormir, descansar para o outro dia. Na volta, ai, que começou a tristeza/alegria. Uma parte estava triste pelo fato de eu ter que voltar pra rotina, trabalho escola, e outra que viajar é muito bom, e a alegria de voltar pra casa, ver os familiares, que por sinal essa viagem foi o maior tempo que fiquei longe de casa, que foi 1 mês. Comer feijão(1 mês sem comer feijão foi osso) filãozinho(pão francês). Enfim, comer uma comida decente, ter um banheiro grande, um quarto para se trocar. lembranças, em relação a coisa material nem trouxe muita não, porque nem gosto de fazer compras.

O mais de tudo:
Em quantidade de dias apenas em MACHU/CUZCO e coisas que fez, o que me diz referente a custo. Passe um valor aproximado/dia.

Em Cuzco, paguei cerca de:
- 15 soles de hospedagem
- 7 soles(comendo em um restaurante decente) e
- 3 soles pra comer em mercado municipal,
Locomoção pode usar taxi que são baratos e se tiver alguem pra dividir fica mais em conta ainda. Cuzco tem o Vale Sagrado, um bilhete que vc compra e faz todos os sitios arqueologicos que tem ao redor de Cuzco. O ingresso estudante é 70 soles. O ingresso normal é 140 soles. Depois só é vc procurar uma agencia e combinar o transporte, normalmente vc consegue fazer mais de um sítio no mesmo dia (em anexo esta o bilhete dos sitios scaneado, la tem todas as atrações) esse transporte é pago conforme a distancia do(s) sitios.
Transporte para chegar a Cuzco e Machu - qual tipo e valor aproximado
Alimentação/dia:cerca de 7 soles em restaurante e 3 soles no mercado municipal
Guias:10 soles. Paguei 10 soles pra uma peruana contar a história de Machu Picchu e foi o maior investimento que fiz na viagem inteira foi esse!
Equipamentos extra: não precisei de nenhum equipamento extra
Ingressos: o ingresso pra Machu Picchu, custa 62 soles

Onde acertaram tudo isto:
( )ainda no Brasil pela net
( ) ainda no Brasil, com agência
( ) na hora pq era o mês_____e lá é baixa temporada
(X) na hora pq sou aventureiro. Hihi
( ) na hora pq tem bastante passagem e guias
( ) um amigo resolveu tudo e só paguei
( ) tenho conhecido por lá e foi, praticamente tudo de graça.

Suas impressões sobre a viagem: cultura, natureza, economia, atendimento ao viajante, preservação, história....
A viagem em si: espetacular!
natureza: impressionante, um lugar mais bonito que o outro, com muitas montanhas e penhascos
economia: um lugar bem pobre, povo sofrido!!!!!
atendimento ao viajante: não tive oq reclamar, e la vc é amigo de todo mundo!!!! pq todo vendedor de chama de amigo, pra vc comprar oq eles estao vendendo, eles realmente ficam no pé
cultura: achei super interessante a cultura deles em relação ao trabalho, eles são um povo bem pobre em sua grande maioria, mas o interessante e que eles s
e viram de qualquer jeito pra ganha sua grana, existe crianças trabalhando nos restaurantes, crianças normalmente ajudando os pais, seja vendendo artesanato ou no "restaurante" da familia, muito diferente do brasil que a maioria das crianças vão para um sinaleiro pedir dinheiro.
preservação: eles tem uma boa preservação, ate na hora de comprar o bilhete existe um monte de coisa que nao se pode fazer em machu picchu, como levar qualquer tipo de comida pra la, porem eles nao tem nenhuma fiscalização para isso.
historia: achei bem parecida com a do brasil, onde os europeus vieram pra retirar todas nossas riquezas, esta certo que aqui foi o pau brasil, porem la nao, (pelo o que eu entendi) os europeus foram la e massacraram os incas em busca do ouro, prata e pedra preciosas. de certa forma uma chacina, mataram sem do nem piedade por causa do "dinheiro"

Meu, o André foi perfeito e vimos como ele aproveitou e aprendeu com sua mochilada.
Mais adiante teremos os outros posts com outras visões.

Comentem para NÓS viajarmos cada vez melhor e com mais economia.

Obrigada mesmo, Deco! Ficou excelente!


V for Verônica

8 de jul de 2009

MOCHILÃO NA GLOBO, ÁS 21H00 - NÃO SOU NOVELA, MAS ACOMPANHE ESTES PENSAMENTOS

PARA SABER COMO ADQUIRIR O MEU LIVRO SOBRE VIAGEM ECONÔMICA - MOCHILÃO - CLIQUE AQUI
___________________________________

--------------------------------- Ai, ai, Seu Armando.....--------------------------------

Acompanhar novela é um barato. A gente fica pensando no que vai acontecer no dia seguinte, tem gente que gosta de ver tudo que vai acontecer na semana seguinte ANTES que tudo aconteça, tem o povo que odeia saber tudo antes e tem gente que narra a novela enquanto ela está acontecendo. Tipo adivinhando(minha mãe é uma delas). Parece até que escreveram a novela. É que acertam a maior parte das vezes. E aqueles que ficam na torcida em voz alta? Ah...novela é algo entretenedor. Distrai, leva a gente para um mundo da vida dos outros, muitas vezes nos mostra coisas em nossas vidas, em nossa economia, política, saúde pública, educação e mundo. Eu adorava assistir BETTY, A FEIA. Tirando a breguice dos trajes e o nariz plastificado tipo mesmo molde de todas as colombianas, fiquei com vontade de ir para Cartagena e me emocionei junto com Betty na primeira vez que ela viu o mar. Até a Tais Araújo, atriz brasileira que participará da nova novela das nove, VIVER A VIDA, participou de um capítulo de Betty.

A TV tem coisas boas pra apresentar até em novela, mas será que o povo que fica desejoso de fazer uma viagem para estes lugares que mostram, sabem que PODEM IR CONHECÊ-LOS DE FORMA BARATA? Imagino que alguns até curiam os preços em agências de viagem só para terem um treco e confirmarem o que já achavam que sabiam: "muito caro. O negócio é acompanhar pelas novelas de televisão."

Novelas são um bom início para despertar a curiosidade do povo. Jamais se contente apenas com o que elas mostram. Vão pesquisar. Saber mais. Alguém aqui ficou com vontade de ir ao MARROCOS depois da novela O CLONE? Vocês iam saber até algumas palavras básicas e alguns constumes locais. Olha só como a novela ensina. Visitar o mercado de tecidos em FEZ, cometer vários "harams" comendo demais e na compra de tecidos em excesso....Visitariam o Deserto do Saara durante a Lua cheia, ouviriam os músicos populares no mercado em Marrakech, tomariam o delicioso suco laranja de lá e apreciariam os diversos estilos e cores de "burca" que as mulheres usam. Sabem que na exoticidade das mulheres que não se vê, elas são muito bonitas? E os homens de mãos dadas? Ah, eles não são homossexuais, não. São parceiros em negócios, ou grandes amigos. Isso tudo você aprende além das novelas, tanto pesquisando como indo até o lugar para "vivenciar".
Teve aquela novela com a Malu Mader, na Irlanda, ETERNA MAGIA. Não acompanhei a novela, mas vi algumas cenas da Irlanda e gostei muito. Passei uns 8 dias dando a volta pela Irlanda em 2000, sozinha. É um país maravilhoso, com belezas naturais impressionantes e um povo simpaticíssimo. Interessante que o lugar que menos me apeteceu foi Dublin. Visitei, Belfast, Portrush, Londonderry, Giant's causeway, Ballygally, Galway, Aran Islands - Innish Mor, Cork, Waterford e Dublin.

Eu, em San Francisco, Califórnia. Ao fundo, Marin County
AMERICA - Eita Barretos, Festa do Peão e Boiadeiro, Tiao no touro Bandido, Sol no deserto do México. "Tchau, sertanejo!" "Hello, Country music". Igual aquela bomba do Halloween que todo mundo no Brasil festeja há mais de uma década. Se fosse algo só para as escolinhas de inglês, mas não! O brasileiro é sincretista, sinergista, "sinner"(pecador). Pra aprender coisa de outro lugar é ótimo. Sua própria cultura é misturada, mas parece que tudo que vem de fora é mais legal. Sou a favor de apreciar o que é bom, mas trocar, esquecer, não saber coisas de sua própria cultura é que é absurdo. E sempre fomos rendidos aos EUA, tanto na língua como na economia. Língua é cultura. Se duvidar aqui se fala melhor inglês do que o próprio português. Só pra lembrar temos em outubro os "festejos do Dia do Saci", um verdadeiro combate cultural ao Dia das Bruxas.
Outra coisa que me deixa fula é quando chamam os ESTADUNIDENSES de AMERICANOS. Todos os moradores das Américas são Americanos. Desculpem. Apenas acho que palavras tem força e devem ser prudentemente usadas. "Ah, mas é comum chamar americanos de americanos. Tem coisas que devem mudar para o bem das nações. Nem todos os países chamam os estadunidenses de "americanos". E ainda tem a confusão porque muitas vezes pode estar se falando dos canadenses, mexicanos, cubanos, sei lá. Ah, eu sou meio rebelde.
Só para constar, um dos lugares onde moraria, se tivesse que sair do Brasil, seria San Francisco, na California. Os EUA são um país lindo. Mas acho q vai ser Dubai mesmo....
CAMINHO DAS ÍNDIAS. Um outro lugar onde você certamente se viraria bem. Os indianos são muito simpáticos, com suas cabecinhas sempre balançando para um lado e outro. A vestimenta é típica, o trânsito é dos infernos, os temperos das deliciosas comidas são os que trouxemos para cá. Lembram-se na escola? Especiarias do Oriente? Pois é! Só que o país não é aquela coisa só linda, não. Em Mumbai(Bombaim), você tem o Distrito Vermelho, onde a prostituição por "passe de busão é constante, muita gente com SIDA(AIDS), drogada, com fome, pobreza, sujeira. Imagine a vacaiada se desfazendo pelas ruas? E agora vocês viram que vão fazer suco de urina do gado por lá? O pessoal já toma, mas agora, pelo que vi, vai ser comercializado em grande escala! É cultural. Bollywood, a festa das cores... E você sabia que em GOA, pequena parte da população fala PORTUGUÊS?Uns 5%, mas fala. Olha que beleza! Os portugueses botaram o pézinho em tanto lugar, gente! E ainda queremos taxá-los de burros. No MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA, em São Paulo, desvendamos todos os locais onde houve, ou ainda há domínio ou assentamento de portugueses.


CARAS E BOCAS. África do Sul. Copa do mundo chegando. Safáris. Animais em seu habitat natural e muita história triste em Sun City. Houve um tempo em que o Rock, que une os times "não tocaria em Sun City". Muitos de vocês não sabem disso. Pesquise pela música I Aint gonna play Sun City. Apartheid, 46661, Nelson Mandela....


VIVER A VIDA. Olha a Thaís Araújo na novela de novo, gente! Lembrei dela lá em São Luis do Maranhão Também. Esta tá contente. Bem, este lugar da foto tornou-se pop após ter aparecido no filme de Spielberg Indiana Jones e a Última Cruzada!!!! Cruzada Religiosa. Muita matança pela fé. Eita! Tudo tem história no meio. Tudo tem que ser pesquisado. Jordânia. Muros.....
História é uma matéria muito importante na estrutura das pessoas. A começar pela história de nossas vidas, família, pais. Quem não tem história não sabe de onde veio, tem dificuldades para saber para onde vai. Tem menos informações sobre seu código genético. São alicerces para a vida as histórias que nos rodeiam. É importante cada um ter a sua. Essa história de que quem vive do passado é museu é a "pior viagem". A não ser que sua história tenha que ser reescrita pra você ficar melhor na fita.

Então....ô, da poltrona: Vamos levantar o pôpô daí, pesquisar itinerários, preparar seu mochilão para além dos zaps canalísticos e vamos visualizar "in loco" todas essas maravilhas? Acompanhe os posts iniciais que eu falo um bocado de como você pode estar nestes lugares por muito menos do que você imagina.

Eu quero o melhor para você, para mim, para o mundo, mas preciso que cada um de nós faça sua parte. Vai dinheiro aí? Vai. Mas é um dinheiro que vai sem arrependimento. Só lucro para a vida de todos.

Aguardo vocês como figurantes pelo mundo, com suas mochilas, mapas, guias, barracas, sacos de dormir em algum lugar, por aí, fazendo parte da história novelísticas deste mundo que ainda é maravilhoso.


V for Verônica