23 de abr de 2009

HOJE É COMEMORADO O DIA DO LIVRO!!!!

Mas se você só souber disso amanhã está perfeito. O importante é todo mundo ler mais, apesar de fazer mal a vista. Hihi.
Então fiz um ensaio fotográfico do livro MEU PÉ QUE ME LEVA PELO MUNDO, SEM FOCO porque a máquina, sinceramente, tá uma bomba. Durinho.....
Tipo, eu com o livro se aproximando.....



...se aproximando mais.......

...sendo engolida pelo livro....

....engoliiiiu! SEM FOCO. Seu monitor tá perfeito, filho.

As orelhas do meu livro são "pés".


Ainda tem mais. Depois vou postar para vocês dicas de como escrever um livro que fale de viagem. Só umas idéias para você que tem muita vontade de escrever sua experiência, nem que seja para um blog, que poderá virar livro, e fica um pouco confuso e com vergonha de soltar a veia literária.

Outra coisa é que recebi um "emei" sobre os livros mais falados pelos ingleses, mas que na verdade a maioria das pessoas que fala deles nunca os leu. Vamos a eles e vejam vocês se já leram algum:

1. '1984' de George Orwell (42%).

2. 'Guerra e Paz' de Leo Tolstoy (31%).

3. 'Ulysses' de James Joyce (25%).

4. 'A Biblia' (24%).

5. 'Madame Bovary' de Gustave Flaubert (16%).

6. 'Breve historia do tempo de Stephen Hawking (15%).

7. Filhos da Meia Noite de Salman Rushdie (14%).

8. 'Em busca do tempo perdido' de Marcel Proust (9%).

9. Os sonhos da minha mãe de Barack Obama (6%). (Quê?)

10. 'O gene egoísta' de Richard Dawkins (6%).

Meu, desses aqui eu só li inteiro o 1984 e faz mais de duas décadas. E vi o filme, claro! A bíblia foi esquartejada por mim. E por muitos. E, tá bom, é uma enquete de ingleses, mas era só pra escrever um pouquinho mais sobre livro.

Agora, livros de aventura, eu li o do Amyr Klink - Cem dias entre o céu e o mar, também gosto do Jack London, que eu já falei aqui, mas sou fá mais é de guias de viagem, que vou falar mais pra frente, num post speciale. Ah, e sou fã de Malba Tahan(Julio Cesar de Mello Sousa) e vou terminar este post super rápido com uma parte da história dele que tem tudo a ver com GENTE QUE VOCÊ ENCONTRA NO CAMINHO DE SUA JORNADA:


"No qual encontro, durante uma excursão,
singular viajante
. Que fazia o viajante e quais
as palavras que ele pronunciava."


"...
- Que maravilha! – exclamei atônito. – É inacreditável possa um homem contar, em rápido volver d’olhos, todos os galhos de uma árvore e as flores de um jardim! Tal habilidade pode proporcionar, a qualquer pessoa, seguro meio de ganhar riquezas invejáveis!
- Como assim? – estranhou Beremiz. – Jamais me passou pela idéia que se pudesse ganhar dinheiro, contando aos milhões folhas de árvores e enxames de abelhas! Quem poderá interessar-se pelo total de ramos de uma árvore ou pelo número do passaredo que cruza o céu durante o dia?
- A vossa admirável habilidade – expliquei – pode ser empregada em vinte mil casos diferentes. Numa grande capital, como Constantinopla, ou mesmo Bagdá, sereis auxiliar precioso para o governo. Podereis calcular populações, exércitos e rebanhos. Fácil vos será avaliar os recursos do país, o valor das colheitas, os impostos, as mercadorias e todos os recursos do Estado. Asseguro-vos
– pelas relações que mantenho, pois sou bagdáli – que não vos será difícil obter lugar de destaque junto ao glorioso califa Al Motacém (nosso amo e senhor). Podeis talvez exercer o cargo de vizir-tesoureiro ou desempenhar as funções de secretário da Fazenda muçulmana.
- Se assim é, ó jovem – respondeu o calculista -, não hesito. Vou contigo para Bagdá.
E sem mais preâmbulos, acomodou-se como pode em cima do meu camelo (único que possuíamos), e pusemo-nos a caminhar pela larga estrada em direção à gloriosa cidade.
E daí em diante, ligados por este encontro casual em meio da estrada agreste, tornamo-nos companheiros e amigos inseparáveis."

(trecho de O Homem que Calculava)

Que livro cheio de coisas bondosas, generosas e amizade! Que livro lindo! Um presente maravilhoso para adolescentes e adultos. Que nem o meu livro....

Uassalã!


V for Verônica

Nenhum comentário:

Postar um comentário