21 de jun de 2009

FÉRIAS DE JULHO - PAI, MÃE: POSSO FAZER UM MOCHILÃO?

PARA SABER COMO ADQUIRIR MEU LIVRO DE VIAGEM ECONÔMICA - MOCHILÃO - CLIQUE AQUI
___________________________________


Fernandinha e eu indo escalar a Pedra do Baú, Campos do Jordão

FÉRIAS DE JULHO NA PORTINHA!!! O que vocês estão planejando fazer? Assistir televisão o dia todo, visitar parentes próximos, conhecer melhor seus vizinhos, ir ao cinema, ou você já está até desanimado porque sabe que vai ficar morgando em casa porque não tem grana pra nada e a maioria dos seus amigos são da escola, faculdade?

Quando a gente vive em certo aperto financeiro e desperta para a aventura (alguém lhe desperta para a aventura), a gente tem que se mexer para descobrir o que dá pra fazer e satisfazer nossas vontades. É ir a lugares de trem, procurar na internet uma trilha na região onde moramos, visitar museus em dias gratuitos, fazer um rotiero turístico na cidade onde vivemos, ir á peças gratuitas em SESCs, visitar feiras livres, ir á praia e andar de uma ponta a outra, escalar uma montanha pequena, ir áquela cidadezinha com sua família. Alguma coisa pequena sempre dá pra fazer e certamente ela vai ser a maior de todas em suas férias.
PETAR - Menina que esqueci o nome, Fernando, Tatinha e Eu em umas das trocentas cavernas.
Desde agora já pesquise na internet as diversas trilhas que existem e sua cidade. Converse com seus colegas de classe. Quem sabe um já é, ou já foi escoteiro e junta uma turma para vocês irem juntos em uma super aventura. Olha, nada de bebida, certo? E não que eu seja contra, mas é melhor beber quando se está perto de casa e a diversão é parada, só conversa com amigos. Se você se embebedar em uma viagem, pode perder o melhor dela, ou porque vai estar apagado, mesmo acordado, ou porque poderá passar mal e atrapalhar a diversão dos outros. Deixe esse tipo de folia para perto de casa e coisas paradas.

Eu em outra das trocentas cavernas do PETAR

Arranje uma mochila de 25l, dessas quase do tamanho das que você usa pra ir à escola. Se for passar o dia em uma mata leve:

- roteiro detalhado do lugar para onde está indo
- telefones anotados para contato de urgência
- um pouco de dinheiro a mais do que se presume necessitar
- um garrafa de água 1,5l
- frutas, sanduíche
- kit de talheres
- remédio para dor de cabeça e dor muscular, band aid
- paninhos umedecidos
- papel higiênico
- uma toalha de rosto
- lanterna (vai saber)
- pilha extra, câmera fotográfico
- papel e caneta, ou lápis
- sacos plásticos para recolher seu lixo de volta
- uma camisa e uma cueca(calcinha) limpas "por se acaso" (hihi)
- cartão telefônico e celu CARREGADOOO

Eber e eu no Parque da Juventude - São Paulo

Se for andar pela cidade mesmo, e, claro, após ter feito uma bruta pesquisa e roteiro dos lugares que vai visitar a cada dia de suas férias:
- mochila de 20, 25l tb
- câmera fotográfica e pilha extra
- celular carregado e cartão telefônico
- dinheiro a mais do que imaginava levar
- kit de talheres
- papel higiêncio
- garrafa de água de 500ml

Procure na internet se há centro de informações turísticas no lugar que você visitar. É nele que lhe darão informações atuais sobre a cidade e os eventos que acontecerão durante sua estada. Quando for bater um rango, nada de fast food. Se é para economizar vá direto à um supermercado e compre uma fruta, uma garrafa de suco, um enlatado, ou veja se tem um quilo bem, mas bem em conta mesmo e mande ver. Ande com a garrafa de água também.

Porta do Inferno - Auguste Rodin - Pinacoteca do Estado - São Paulo
Um tênis bem legal(simples, mas confortável) é recomendável para os dois tipos de mini mochilão. Você precisa estar com os pés bem confortáveis. Não ande cheio de tralhas, todo enfeitado. Isto chama LADRÃO, não gatinhos e gatinhas. Se você quer conhecer cidades diferentes sossegado, o melhor a fazer é andar com o mínimo de coisas que chamem atenção para você. Se tiver um celular mais humilde em casa, use-o. Seja atraente com um olhar, um movimento de corpo, ou com uma conversa divertida e agradável. Este jovens (e velhos) acham que uma cantada igual a de qualquer um é o máximo, mas nós apenas suspiramos por dentro e pensamos "tão bonitinho, mas tão óbvio....".

A gente é jovem e quer aparecer para os gatinhos e gatinhas, mas garanto pra você que no final da história, quem se dá bem é quem sabe seduzir melhor na conversa, no charme e na inteligência de um tipo que andou por aí e conheceu os diversos tipos de gentes que existem pelo mundo. Conheceu de ir lá na criatura e puxar conversa, fazer amizade, respeitar e ser humilde para aprender com o outro e nem perceber que também está ensinando.

Então, vamos conversando com os amigos logo, se mexendo, entrando na net e pesquisando lugares. Nos meus links (que ainda estão poucos) têm um pessoal que faz trilha, viaja....vamos começar perguntando a eles se podem dar umas dicas legais, após vocês fazerem uma leve pesquisa, vá. Quem sabe a viagem será até com eles?

Tudo do melhor para vocês, jovens em férias!


V for Verônica

Nenhum comentário:

Postar um comentário