9 de out de 2009

Mulheres mochilando sozinhas por aí

PARA ADQUIRIR MEU LIVRO SOBRE VIAGEM ECONÔMICA - MOCHILÃO - CLIQUE AQUI
________________________________________

Meu, sei lá, sabe...

Responda estas perguntas:

Você mora sozinha?
Você anda sozinha pela sua cidade?
Você resolve seus problemas sozinha(mesmo que vá dar uma choradinha depois)?
Você é respondona?
Você é MACHO?
Você gosta de ousar?
Você tá cansada de ser quem você é?

VÁ VIAJAR SOZINHA.

"Ah, mas tem lugar que é melhor não ir só." Verdade. E tem lugar que é melhor nem homem nem mulher irem sós.

Eu sou ousada, mas admito que ás vezes sou é retardada. Meu, tem coisas que são desnecessárias para a vida(porque você pode morrer) ou para o espírito (porque te frustarão ou traumatizarão). Faça coisas possíveis. Siga exemplos bons. Copie coisas boas de viajantes. Pesquise lugares em que mulheres foram sozinhas e ficaram bem.

Não tive como saber se o Marrocos realmente é ruim para uma mulher viajando sozinha porque estava com Eber, meu homem na viagem. hahahah. Meu, eu tava com medo de ser maltratada, mas tinha lido que aquele país já é super turístico e sossegado. Eles já interpretam o estrangeiro e querem mais é agradá-lo e se apoderarem do "din din" da gente. Leia muito sobre estes lugares em que a cultura dificulta a jornada feminina. Aprenda sobre as culturas e comporte-se.

Quando estávamos no Marrocos, como via as mulheres usando véus, resolvi colocar minha canga na cabeça e cobrir parte do meu corpo. Pra falar a verdade o negócio é que o calor tava da pesada e o sol insuportável, então até valia a pena se ficar coberto. Minha canga super colorida chamava atençao e Eber achava que as cores tinham um significado ruim porque as pessoas me olhavam o tempo todo. O medo dele era ser apedrejado junto comigo. Safado! Mas acredito que as cores vibrantes é que impressionavam. Tudo passou bem. As pessoas me respondiam na rua, alugamos um carro para atravessar o Atlas, sem problemas. Eber fez as negociações para irmos ao deserto porque é um ótimo "berber". A criatura negocia que é um espanto. Eu já sou do tipo "Quanto é?" "É tanto". "Então não quero, obrigada".
...........................Eu, suzinha na Ilha Innish Mor, na Irlanda...............................
Mulher viajando sozinha tem que ser vestir de forma discreta, saber que se puxar assunto com alguém terá que lidar com qualquer que seja a consequência. Eu sou do tipo que gosto de seguir o caminho todo sozinha. Existem momentos em que você se junta com alguém, mas são momentos, horas, um, ou dois dias. Mais que isso e estamos viajando em grupo. Para mim perde o encanto. Sou uma pessoa que gosta de ter experiências solitárias encontrando gente nova o tempo todo. Dá pra entender?

Nas viagens, quando um homem se aproxima, ou eu me aproximo, tento deixar claro durante a conversa que estou em busca de amenidades e aprendizado. Não quero sexo(...), quero conhecimento. hahahah. Quem disse que algo pode rolar está certíssimo, mas saiba lidar com isso. Pode estragar tudo uma paixão no meio do caminho. É, também pode ser uma bênção dependendo do seu caso. Estou falando de mim. Veja seu caso.

Mulheres viajando sozinhas devem evitar andar por ruas vazias tarde da noite (como eu faço). Este é um momento legal para buscar companhia. Andei sozinha algumas noites, sem medo, até o momento em que percebi que estava sendo seguida. Caras xavecando, falando baixaria em francês, polonês....Polonês eu não entendia, mas pela cara do tipo dava pra imaginar. É que o legal da noite é a vida totalmente diferente da do dia. As luzes, os sons, as fotos que saem mais legais...

A gente que mochila sozinha tem que ficar esperta com as coisas como qualquer mochileiro. Roubo existe em qualquer lugar. Diria que o principal é parecer ambientado, mesmo com sua câmera, mapa e guia à vista. Sentindo alguma ameaça aproxime-se de gente, peça informações, peça socorro, oras! Saiba como pedir socorro, faz favor. Lembre-se do mini dicionário com palavras básicas sempre à mão.

Tenha em mente que se algo pode dar certo TAMBÉM dará. Murphy foi bem sucedido com suas leis que davam certinho como ele dizia. Ráááái.

Façam sinal da cruz, levem o rosário, o Buda, a moedinha, as palavras de apoio dos amigos, o pensamento positivo de quem torce por você e vão embora mochilar. Vocês só vão saber o que vai rolar com vocês indo. Cada um é responsável por sua vida e seu destino. Façam o melhor por vocês logo. Uma viagem destas pode mostrar uma mulher totalmente diferente de quem você achava que era. A grande desconhecida surgindo pelo mundo.

No Orkut tem comunidades de mulheres que viajam sozinhas. Pesquisem, obtenham apoio e dicas dessas desbravadoras que estão metendo a cara no mundo para que vocês ousem fazer o mesmo. Minha cara tá aqui.

Se bem que agora pretendo fazer um mochilão com o digníssimo...
Mas é só pra ensinar, hein!!!

Sucesso em tudo que vocês fizerem. Confiem em vocês. Confiem na capacidade que vocês tem de sobreviver e VIVAM mais a vida.


V for Verônica

8 comentários:

  1. Texto inspirador, Verônica.
    Acabo de te achar na blogosfera.
    Sou mochileira recém-convertida e concordo com você que viajar sozinha pode ser um caminho potencial para o auto-conhecimento e elevação enquanto ser.
    Parabéns pela coragem e estou aqui, à disposição, para trocas de relatos e sugestões. Acabei de fazer Peru-Bolívia, escrevi um mini diário de bordo e em dezembro mochilarei pela Europa. Quero dicas. Passa lá depois pra ver: www.porpautaabaixo.blogspot.com .
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Aos Amigos e visitantes,


    O blog Cidy es minha vida comunica a todos que o mesmo estará passando por uma manutenção, em que será preciso a troca do domínio, devido a nossas metas e prioridades que já não são as mesmas.

    O domínio passará a ser: www.sepluganomundo.blogspot.com

    Agradecemos a sua atenção.

    Nos favorite, nos deixe suas criticas e sugestões.

    ResponderExcluir
  3. Viajar é tudo. Mochilar, é mais que tudo. Haja tempo!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post! E concordo com você: descrição e cuidado. Com essas duas palavrinhas a viagem fica tranquila.

    ResponderExcluir
  5. muito bom o post, td q eu penso..
    fiquei sozinha por mais de 1 ano morando e viajando pela europa, depois veio meu namorado mas soh pra mroar pq viajar ele naum pdoe agora entaum eu continuo viajando sozinha...jah fui seguida na rua, jah fui roubada, jah me passaram a mao na bunda :s , jah fui maltrata por segurança de show e td :s...passei varios e isso pq tomo cuidados, nunca saio a noite sozinha a nao ser na cidade q moro e olha qt coisa jah aconteceu, faz parte, concordo com a lei de Murph rsrsrs ... mas fazer o q mulher tb gosta de viajar ;)

    ResponderExcluir
  6. Veronica
    parabéns.Foi sua amiga Roselange quem me "apresentou" a você.
    Gostaria QUE ENTRASSE COMO SEGUIDORA DO MEU BLOG E FAZER LINK PRA O SEU.
    REGINALEMOS.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  7. cara muito bom to a fim de começar a me enturmar mais... virar mochileiro é um boa ... kkkkkkk vou seguir rsrsrsr vcs tudo kkkk

    ResponderExcluir
  8. Bacana seu blog Veronica. Amo viajar, não faço sempre, mas sempre quem sofre com isso é a mamae. Ela fica numa preocupação...moro sozinha e quando fico dois dias sem ligar pra ela, ela fica lokinha e vaia minha casa pra saber se ja fui pra outro destino kkkk...decidi que agora vou levar a minha mae.

    ResponderExcluir